Qual o lugar dos liberais na política?

Este ano, como todos sabem, teremos eleições. Nesse período, surge uma questão entre os liberais. É lícito que aqueles que defendem uma menor intromissão do estado concorram a cargos nesse pleito? Qual seria o papel deles dentro do aparelho estatal?

Na minha opinião, liberais podem e devem se candidatar, contudo, eles devem almejar somente cargos no legislativo. Os ocupantes do poder executivo federal ou estadual são impelidos pelo estrutura burocrática a sempre fazer alguma coisa. E quando o estado faz alguma coisa, sempre sai algum (muito) dinheiro do bolso dos pagadores de impostos. Além disso, para ganhar as eleições para esses cargos, é necessário fazer diversas alianças, o que resulta em um enfraquecimento ideológico e um aceite para negociações fisiológicas.

No legislativo é diferente. O liberal pode manter e dar visibilidade aos seus ideais, além de poder organizar frentes em assuntos específicos com parlamentares de outros vieses, por exemplo legalização no comércio de drogas, fim da obrigatoriedade do voto, fim do financiamento público nas campanhas, extinção do fundo partidário entre outros.Além disso, o palanque do congresso possibilita a divulgação das ideias liberais, o que ajuda a ampliar a base de simpatizantes e apresentar uma alternativa ao estatismo.

Outra possibilidade interessante para as eleições é concorrer ao poder executivo estadual ou federal, mas não com o objetivo de ganhar a eleição e sim de ter espaço para difusão de ideias. A experiência de Ron Paul nos Estados Unidos mostra como essa estratégia é produtiva e pode trazer resultados efetivos.

Por fim, acredito que a melhor alternativa de todas está nas eleições municipais de 2016. O liberalismo combina o fortalecimento dos poderes locais e o aprofundamento do federalismo. A eleição de prefeitos liberais permitirá apresentar na prática como uma menor intervenção do estado e uma abertura mais comercial resultam em prosperidade. Esse modelo pode evoluir para a proposta de Adam Kokesh, que defende que o caminho para reduzir o poder do estado é as cidades usarem cada vez mais seu direito de secessão e criarem zonas livres de influência federal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s