Eduardo Jorge admite que esquerda não lutava por democracia e conta os podres do PT

DUDUPor Jopa Velozo

Em entrevista sensacional, Eduardo Jorge, que se candidatou à presidência pelo Partido Verde, contou sua história como ex-marxista-leninista na luta contra a ditadura militar. Entre muitas coisas, Eduardo assumiu que eles jamais lutaram pela democracia e que pretendiam implantar uma ditadura que poderia ser ainda mais asssassina. Embora isso não justifique os crimes da ditadura militar brasileira, é algo para se destacar, pois raramente ex-participantes dos movimentos revolucionários comunistas do período da ditadura assumem que pretendiam somente impor outra ditadura, que desprezavam a democracia e a liberdade.

Na segunda parte da entrevista, que eu julgo a mais interessante, Eduardo faz um apanhado dos podres do PT. Ele conta como o Partido dos Trabalhadores buscava somente o poder, colocando o bem estar da população em segundo plano. Nesta busca o PT votava contra propostas que julgava boas, mas que poderiam beneficiar um governo adversário e também recusava alianças positivas para a população para poder se manter na oposição e conseguir colocar Lula na presidência. Segundo Jorge, as decisões internas do partido costumavam ser tomadas em enormes convenções onde havia debates com a presença de mais de mil pessoas. Porém, a cúpula do PT traiu esta tradição democrática interna e passou a tomar decisões sem a participação dos militantes. Este teria sido o motivo que levou Eduardo Jorge a deixar o partido. É um relato incrível, que descreve décadas de militância política e da história do PT.

Assista:

Anúncios

13 comentários sobre “Eduardo Jorge admite que esquerda não lutava por democracia e conta os podres do PT

  1. Pra quem não lembra/percebeu: esse é o Bruno Torturra, do Mídia Ninja e do Fora do Eixo. Procurem essas expressões no google.

    Curtir

  2. Eu passei a admira-lo pela honestidade, e falam mau da maconha, se todo político fumar um baseado e falar o que realmente pensa como ele eu liberaria maconha para todos os níveis de políticos.

    Curtir

  3. quando a gente ouve o quer e é bem pago pra falar o que querem ouvir, tá tudo ótimo!
    Só não esqueçam, que para além de um simples e medíocre ex- candidato a presidência , existe toda uma historiografia sobre a ditadura militar, e pelo muito que já li sobre o tema, não há nada que declare ou aluda à uma posição tal qual esse camarada afirma ser da ideologia dos militantes de esquerda do período. E outra, a muito tempo o PT não pode ser considerado partido de esquerda, mas um partido dual, que dentro de uma estrutura econômica mundial (neoliberal), produz pequenos feixes de luz para uma política, ainda cambaleante, popular, ainda é pouco, sim, mas queremos mais! O significado de”AVANÇOS” depende da perspectiva de quem olha, ele pode ser bom pra vcs, mas pra mim quero avançar sobre o que já está no seu principiar. E para concluir… todo esses debates alienantes é fruto do desnível social, intelectual e cultural que vivemos, mas estamos avançando… e quem é pobre hoje cala a boca de se acha superior.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s