Fuja do gueto liberal!

gueto liberalUm fenômeno recorrente, principalmente entre aqueles que acabaram de ter contato e simpatia pelas ideias liberais, é um radicalização precoce, taxando qualquer opinião contrária de estatista e refutando, sem um mínimo de reflexão, ideias que vem de outras vertentes ideológicas, principalmente as de viés socialista.

Alguns, depois de passado esse primeiro momento, abrem-se para novas ideias e passam a ler opiniões de autores fora do espectro liberal. Outros, no entanto, adotam uma posição totalmente refratária a qualquer coisa que não seja liberal. Assim, fecham-se em guetos ideológicos e passam a atacar todos que discordem de alguma maneira de suas posições.

Com o tempo, os componentes desse gueto liberal radicalizam e adotam práticas de difamação e ataques pessoais contra os “impuros”, inclusive pessoas com contribuições de longa data na disseminação das ideias da liberdade. Outro problema é quando o povo do gueto liberal adota alguma personalidade como líder. Assim, passam a servir como guarda de choque para tudo que tal personalidade falar.

Como bem alerta a psicóloga social, Mônica Mastrantônio Martins, o preconceito contra o diferente surge, entre outros motivos, de “relações dogmáticas,sem críticas, sem história e sem reflexão entre indivíduos”. O resultado dessa falta de interação com opiniões divergentes é a desumanização do diferente e, consequentemente, o apego aos esteriótipos.

Segundo o pesquisador Nilson Lage, “tais modelos estão prontos; sua aceitação é garantida. Por isso, bastam alguns pontos em comum para que se funde um reconhecimento. É por esse meio que se instaura a generalidade do particular”. Por exemplo, se você defende uma posição que também é defendida por algum político ou algum pensador da esquerda, um dos integrantes do gueto liberal logo te tachará de estatista ou te mandará ir para Cuba.

Outro motivo para fugir dos guetos liberais é o fato de que toda e qualquer ideologia tem seus pontos falhos e suas contradições. Se você não se abre para os críticos do seu posicionamento ideológico, você ficará fragilizado ao tentar defendê-lo. Em outras palavras, você viverá uma ilusão e não a realidade.

Por fim, e mais fundamental, a razão mais importante para não se fechar em guetos ideológicos é não se tornar um CHATO! Se você tem o genuíno desejo de atrair mais pessoas para o liberalismo, você tem que ter uma abordagem mais respeitosa e menos dogmática das suas ideias. O foco deve ser sempre no que há de comum entre a sua ideologia e a do seu interlocutor. Caso contrário, você só vai gerar aversão e seu objetivo de viver um mundo liberal vai ficar cada vez mais distante. #maisamor

Anúncios

Um comentário sobre “Fuja do gueto liberal!

  1. Pingback: Democracia: o “mal” ainda necessário | fordies

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s