Mudança climática não é papo de comunista

Uma semana sim, outra também, deparamo-nos com alguma notícia de evento climático extremo: seca no sudeste brasileiro, nevascas monstras nos Estados Unidos, chuvas intermináveis e em níveis absurdamente elevados no norte do país e em várias partes da Ásia e assim por diante.

Um grupo imenso de cientistas já demonstrou que a ação do homem está desregulando o funcionamento da natureza e isso não é conversa de comunista que quer salvar o mundo. Os combustíveis fósseis trouxeram um imenso desenvolvimento para a sociedade, mas já atingiu seu limite e a partir de agora seu uso trará, com certeza, mais prejuízo do que vantagens.

Controlar a emissão de gases poluentes não é uma preocupação recente. Desde das primeiras décadas da revolução industrial, o governo inglês já se viu obrigado a tomar atitudes para reduzir a poluição. Afinal de contas, como você pode ver na imagem abaixo, o clima de Londres não era dos melhores. Essa neblina que você na foto é fumaça e fuligem. Já imaginou se nada tivesse sido feito?

Londres

 

Muitas pessoas que se identificam com o Liberalismo negam que haja qualquer mudança climática radical fruto da ação antropogênica. Esse posicionamento, a meu ver, tem dois principais motivos. O primeiro é que muitos políticos têm se apropriado da pauta para tentar arrancar mais dinheiro dos pagadores de impostos. O segundo é a influência de integrantes do partido republicano e formadores de opinião americanos, que defendem estudos negacionistas, ignorando a imensa quantidade de evidências que apontam um câmbio intensivo do clima e uma elevação na temperatura global.

Alguns alegam que vários centros de pesquisa são financiados por órgãos estatais e, por isso, apenas produzem pseudo pesquisas para dar sustentação científica à expansão do poder estatal. No entanto, há diversos centros privados e independentes que já produziram estudos apontado exatamente as mesmas evidências.

O governo é um dos maiores culpados

Um ponto chave que todo simpatizante das ideias da liberdade devem observar é que os governos são um dos principais, se não o principal, causadores da mudança climática. Como já destaquei aqui, o estado brasileiro, por exemplo, é o maior desmatador da Amazônia Legal.

Há outros casos idênticos, que vem desde um passado distante. Basta lembrar que a monarquia portuguesa foi a grande responsável pela quase destruição da Mata Atlântica brasileira. Além disso, incentivaram, por meio de um capitalismo de compadres, os grandes plantadores de cana, tudo de forma extensionista, destruindo grande parte da vegetação nativa, para garantir o conforto de uma elite ligada ao governo.

Os empreendedores são a salvação

Esse quadro só pode ser revertido por meio da ação de empreendedores e desenvolvimento de tecnologias mais limpas. Para isso, não é necessário nenhum programa governamental de incentivo. A solução é menos intervenção estatal. É preciso combater o conluio entre grandes empresas poluidoras, que são exatamente as que mais se engajam no lobby e no financiamento de campanhas eleitorais.

Também é preciso atacar a interferência do estado na economia, que abocanha a maior parte dos financiamentos, dando como garantia o dinheiro alheio. Dessa forma, novos empreendedores tem mais dificuldade para encontra crédito para lançarem seus negócios.Por fim, é fundamental parar de propagar ideias negacionistas, que só atrasam a mudança de rumo. Óbvio que há muitos interesses escusos dos dois lados e nenhum cientista é santo. Toda pesquisa deve ter auditoria independente rígida e verificação detalhada e transparente do método e dos dados utilizados. Contudo, as provas da mudança climática são inequívocas e é ignorância, e não comunismo, negá-las.

O vídeo abaixo explica melhor os efeitos das mudanças climáticas e quais as possíveis consequências:

Anúncios

Um comentário sobre “Mudança climática não é papo de comunista

  1. Pingback: Postagens da Semana 25 - Academia Econômica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s